Ações de prevenção às drogas estão por toda cidade

Por semana, a Secretaria de Políticas Sobre Drogas desenvolve ações educativas de prevenção em no mínimo quatro escolas, numa parceria com a Secretaria de Educação local

A equipe da Secretaria esteve em ação na Escola Municipal Diva Reinke e no CMEI Gente Miúda reaplicando e compartilhando informações a respeito das drogas e as implicações na vida do usuário e à sociedade.

Na Escola Diva Reinke, localizada no bairro Itaqui, foi realizada a pré-estreia da peça teatral “Crack, o Destruidor”, que encena dramaticamente as graves consequências do uso e abuso de drogas, por adolescentes engajados na causa, para mais de 200 pais de alunos que estavam presentes. A ação tem como impulso ressaltar a prevenção em sala de aula, para crianças e adolescentes, como melhor estratégia para uma nova perspectiva social acerca da problemática. Materiais desenvolvidos pela Secretaria foram abordados e reafirmados no evento como didática eficaz com os alunos, como o concurso cultural produzido nas salas que findou na edição de um livreto com desenhos e redações dos alunos acerca das drogas.

No Centro Municipal de Educação Infantil o diálogo foi aberto para 80 pais de alunos, informando e mostrando dados sobre o crescente número de pessoas que vêm fazendo uso e abuso de drogas e quais suas consequências.

Campo Largo possui uma política pública de prevenção às drogas engajada em cinco eixos básicos de trabalho: Prevenção, Tratamento, Reinserção Social, Inteligência e Compartilhamento, focando especialmente o diálogo aberto com crianças e adolescentes, aplicando metodologias de prevenção nas salas de aula. Tais políticas, cujo objetivo é cuidar, amparar e tratar as pessoas que delas necessitam, visam atacar na causa do problema, não somente suprindo necessidades básicas de sobrevivência, como também baseadas em um efetivo conhecimento acerca das demandas que norteiam a causa.

Ainda no tema, outra equipe do órgão esteve realizando ação de prevenção na Escola Municipal Professor Lenovi Almeida Torres para 80 pais que conheceram informações técnicas das drogas e como essas substâncias agem no corpo, de acordo com a idade, além da importância do equilíbrio familiar e da valorização da vida como base ao enfrentamento do problema.

E, percorrendo os bairros da cidade, outra reunião pedagógica foi realizada com os professores e profissionais do ambiente escolar da Escola Municipal Vereador José Andreassa e do CMEI Criança Esperança, na região de Cercadinho, enfatizando a fala da prevenção, ludicamente trabalhada com as crianças, na tentativa futura de reorganizar a sociedade e restabelecer o equilíbrio familiar.